sábado, 12 de maio de 2012

5 argumentos refutados sobre encontros de casais

Geralmente, quando programamos um Encontro de Casais para a igreja, desejamos atingir todos os casais e de várias idades. Todavia, muitos casais mais "velhos" ou "experientes" podem ser tornar resistentes ao Encontro.

Talvez, acredito, cinco motivos básicos poderiam fazer com que os casais mais experientes não participassem do Encontro de Casais 2012, por exemplo: 
1º argumento - “Já sei muito sobre casamento e tenho experiência suficiente”.
Na verdade, todos precisamos aprender algo novo. A vida no matrimônio é dinâmica e não estática. Ocorrem mudanças conforme a fase que vivemos. Por exemplo, quando chega o período da Menopausa/Andropausa, os casais sentem diferenças hormonais e que interferem diretamente no relacionamento sexual, temperamento e na libido. Nem todos sabem lidar com as diferenças que surgem nesse período. Ninguém sabe o suficiente sobre casamento, por mais que possua uma larga experiência de vida. Se soubéssemos aprender a viver no casamento instintivamente, não precisaríamos de tantos textos bíblicos maravilhosos narrados nas Escrituras para o nosso bem matrimonial. Por exemplo, Efésios 5 e 6.

2º argumento - “Encontros de casais são para jovens casais”.
Esse é um mito existente, embora nem todos o confessem. Os casais mais jovens, de fato, precisam aprender muito sobre como viver no casamento. Todavia, isso não exclui os casais mais experientes. Por mais que a idade seja avançada e a experiência de vida seja profunda. "Ninguém está 100% pronto, todavia não pode estar 100% despreparado". Se o casal vive na faixa dos 30 anos ou 60 anos de idade, ambos precisam e devem participar de encontros para casais. A experiência de vida dos outros, a Palavra de Deus compartilhada e os aprendizados recebidos nos encontros fazem muito bem àqueles que têm muita ou pouca experiência de vida matrimonial. Caso você tenha 100 anos de idade e seja casado, insisto que participe dos Encontros. Levemos em conta que os mais experientes devem servir de exemplo para os mais novos, via de regra.

3º argumento- “Tenho medo que alguém 'entre' em minha vida e descubra que meu casamento também precisa de ajuda.
Esse é mais um motivo utilizado como subterfúgio por aqueles que têm medo da exposição dos seus conflitos. Embora as pessoas não confessem verbalmente, há um temor profundo de que seus problemas familiares e conjugais sejam expostos. É claro que um Encontro de Casais não tem o objetivo de expor alguém. O Encontro não pode ser um ambiente constrangedor e moralista. Embora, as pessoas não deveriam ter medo de abrir o coração para alguém de confiança (Tg 5:16). Num Encontro de Casais a pessoa não será exposta, coagida ou forçada a revelar seus problemas matrimoniais. Essas manifestações ocorrem naturalmente, partindo do interessado e não da parte organizadora do Encontro. Além disso, nossos Encontros são organizados com o cuidado ético necessário para que a individualidade do casal seja preservada e os limites de cada um sejam respeitados. Portanto esse motivo é um equívoco desnecessário.

4º argumento - “Não é uma prioridade para nós”.
Alguns casais não priorizam um Encontro de Casais justamente porque ainda não experimentaram participar de um. Naturalmente, aqueles que já participaram não conseguem dizer "não", porque perceberam os benefícios que esses Encontros provocam no casamento. Priorizamos aquilo que é importante para nós.

5º argumento - “Não tenho condições financeiras de participar”. 
Naturalmente os Encontros para casais não podem ser exclusivistas e elitizados. Não podem excluir aqueles que, porventura, não possuem condições financeiras para pagar um evento à altura das necessidades. Por isso, nossos encontros são inclusivos, possibilitando a participação de todos, na medida do possível. Os Encontros não têm o obejtivo de arrecadar fundos e sim proporcionar a oportunidade de restauração e crescimento dos relacionamentos dos casais. Vale apena planejar o orçamento e incluir o Encontro de Casais, afim de que todos possam participar.

Todos esses motivos criam resistência e podem ser obstáculos para os “mais velhos” ou mais resistentes não participarem. Então peço empenho e dedicação máxima de todos. Será uma alegria recebê-los.

Um grande abraço, 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...